Elisa Fernandes se une ao Casuarina em “Saravá, Paz e Bem”

Elisa Fernandes se une ao Casuarina em “Saravá, Paz e Bem”

A cantora e compositora carioca Elisa Fernandes inaugura nova fase na carreira após seu belíssimo e bem sucedido primeiro álbum, “ELISA”, lançado no final de 2020 e que já acumula milhões de plays nas plataformas digitais. Agora, ela convida o grupo Casuarina, um dos expoentes do samba nas últimas décadas, para marcar sua reconexão com o gênero. “Saravá, Paz e Bem” é um canto de liberdade, um adeus para um relacionamento abusivo. A faixa já está disponível nos serviços de streaming. Ouça aqui 😉

Após fazer um mergulho profundo na MPB no seu primeiro álbum, Elisa Fernandes retorna ao samba – uma musicalidade que lhe é tão familiar que a artista foi apadrinhada por Monarco, cantor e compositor da Velha Guarda da Portela. Em “Saravá, paz e bem”, ao mesmo tempo que abraça esse novo momento, canta uma narrativa onde se despede de uma relação tóxica. 

Arte Ney Jr

“Não me quer? Saravá, paz e bem / Não me quer? Saravá, paz e bem / Não me quer? Saravá, paz e bem / Eu te dei tanto amor / Cê só me deu desdém”, cantam Elisa e Gabriel Azevedo, do Casuarina. A letra fala sobre a recuperação da autoestima e joga luz em uma situação que se agrava no Brasil, o feminicídio, cujos números se tornaram ainda mais críticos diante do isolamento social, embora a canção tenha sido composta e gravada ainda antes do início da pandemia.

“A gente não pode permitir que nossos parceiros ou parceiras façam o que quiserem com a gente nos relacionamentos. E nem o contrário, claro! Às vezes as pessoas ficam presas numa relação por questões financeiras, por medo de ficarem sozinhas ou por acharem que não existe vida sem a outra pessoa. Muitas vezes uma história que começa com alguém impondo algumas restrições que parecem inofensivas termina em agressão física e até feminicídio. O que eu pretendo dizer com ‘Saravá’ é que ninguém é obrigado a nada, porque acredito que o grande barato de se unir com alguém é crescer, aprender, evoluir, poder contribuir pra história de alguém e proporcionar coisas bacanas para todas as partes. Se não tá rolando nada parecido com isso, pra mim não faz sentido. Já vivi relacionamentos abusivos e não recomendo!” , finaliza.

“Saravá, Paz e Bem” tem produção musical de Rodrigo Campello e direção vocal de Suely Mesquita. Foi gravada no estúdio MiniStereo, em dezembro de 2019. Além de Gabriel, completam o time João Fernando (arranjo e bandolim), Daniel Montes (violão), Rafael Freire (cavaquinho) e Renato Albernaz (percussão). 

Assista ao clipe “Saravá, paz e bem” abaixo

Ficha técnica:

Produção musical: Rodrigo Campello

Direção vocal: Suely Mesquita

Gravada no estúdio MiniStereo, em dezembro de 2019

Elisa Fernandes: Vocal

Gabriel Azevedo: Vocal

João Fernando: Arranjo e bandolim

Daniel Montes: Violão

Rafael Freire: Cavaquinho

Renato Albernaz: Percussão

Cristiano De Jesus

Eu, comunicador e sonhador, filho da Dona Rosa e do Sr. João que, enquanto admira às belezas da vida, ouve boas histórias e muitas músicas para criar sua própria trilha sonora.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: