Rafael Cuia, o criador de experiências

Rafael Cuia, o criador de experiências

Olá, o bate-papo de hoje é com o Rafael Cuia, um dos produtores de eventos mais prestigiados do Rio de Janeiro. Aqui ele fala um pouco de como ingressou nesta área, da sua paixão pela profissão e os desafios da mesma. Conta também, sobre como criar experiências incríveis para o público, e que skills, você que deseja ingressar nessa área de eventos deve ter.

Revista Feitos De Música > Como a música entrou em sua vida te levando a atuar com ela de forma mais profissional?

Rafael Cuia > A música entrou na minha vida desde criança. Meus pais sempre gostaram muito de música, meu pai principalmente. Cresci com eventos musicais dele, como reuniões e saraus dentro de casa… Sempre com muitos amigos músicos, e ouvíamos de tudo. Desde a Jovem Guarda, Samba, MPB até o Rock e Pop nacional e internacional.

Revista Feitos De Música > Quem são as pessoas que você admira e que exercem influências em seu trabalho?

Rafael Cuia > Minha maior referência sempre foi meu pai, o Sr Adilson! Me encantava ver a sua paixão pela música. Na parte profissional, admiro grandes nomes do mercado do show business e empresários da noite como Roberto Medina, Ricardo Amaral, entre outros.

Rafael Cuia, Garota Vip

Revista Feitos De Música > Você atua na área de produção de eventos há bastante tempo, uma carreira que vem se consolidando a cada evento, seja ele mais intimista ou de grande porte. Você já se realizou nesta área, ou ainda tem algum projeto que sonha em colocar em prática?

Rafael CuiaTrabalho com eventos há mais de 20 anos. Foi uma coisa muito natural na minha vida, visto que eu organizava todos os eventos da minha escola. Com o tempo, já até conseguia patrocínios de comerciantes ao redor do colégio rs. Depois vieram as chopadas da faculdade, etc. Cresci com a produção na minha veia.

Eu já realizei muito mais do que imaginei. Festas de sucesso que fizeram turnê pelo Brasil e no exterior, casas noturnas, bares, blocos de carnaval, festas de réveillon, turnê internacional do Lulu Santos em Miami e NYC, e um festival para 70 mil pessoas, o Garota VIP! Mas é claro que ainda gostaria de fazer muitas coisas. Sempre tento buscar alguma coisa que ainda não fiz.

 “Quero fazer um festival no carnaval carioca, produzir shows de grandes artistas que admiro e ter um camarote na Sapucaí”.

Revista Feitos De Música > Quais os principais desafios para se produzir bons eventos nos dias de hoje?

Rafael Cuia > Os desafios atuais são a falta de patrocínios, a falta de espaços para festas e shows, a sempre tão burocrática “legalização” e, no momento que estamos passando, onde as pessoas não querem mais comprar ingresso. Todos acham que tem que ganhar cortesia, mas não sabem que existem custos enormes para uma festa acontecer.

Revista Feitos De Música > Alguns dos eventos mais disputados da Cidade Maravilhosa, bem como: Boutique Favela, Chora Me Liga, Garota Vip, Reveillon AZUR, Feijoada do Otacílio, dentre outros têm a sua assinatura. Como criar experiências únicas para cada um destes eventos?

Rafael CuiaAtualmente o público não quer ir só a uma festa pra beber, ouvir música e flertar. Quer muito mais que isso! Quer viver uma experiência incrível e guardar pra sempre na sua memória afetiva.

Por isso é tão importante se preocupar com todo o conceito do evento, line UP, cenografia, ativação de marcas, interações, efeitos especiais, brindes, dentre outros detalhes. Sempre tendo consciência social e ambiental, porque o público também está de olho em quem tem essa responsabilidade.

Rafael Cuia, Feijoada do Otacilio

Revista Feitos De Música > Neste ano de 2019, o evento Feijoada do Otacílio completou cinco anos. Todos que já foram, falam que é um evento seletivo e que proporciona uma experiência incrível. Em sua opinião, o que tornou este evento tão especial?

Rafael CuiaA Feijoada do Otacílio é um evento incrível que está vivendo um grande momento nesses cinco anos de história, e que está em sua primeira turnê pelo Brasil. Acredito que ali construímos um belo produto unindo o que o brasileiro mais gosta: uma deliciosa Feijoada ao som de uma roda de samba.

A experiência se inicia com as tradicionais camisas do evento, através da customização. E se materializa com o nosso personagem, as pessoas amam o Porquinho Otacílio (batizei em homenagem a um Tio que já faleceu). Ele sempre está presente em todas as edições interagindo com o público, dançando no palco, tirando fotos…  Temos também o Otacílinho de pelúcia que faz muito sucesso com a ala feminina e as crianças.

Revista Feitos De Música > Percebemos cada vez mais a presença de marcas ‘patrocinando’ eventos específicos que atendam de alguma forma seu público alvo. Como você faz esta curadoria para atrair as marcas? É fácil mensurar e apresentar os resultados desta parceria?

Rafael CuiaOs patrocinadores são fundamentais em qualquer tipo de evento. As marcas sabem que ali no evento a pessoa associa a marca diretamente aquele momento incrível que ela está vivendo. O famoso LIVE Marketing.

Eles conseguem mensurar o retorno até porque hoje em dia, tudo vira mídia espontânea por conta das redes sociais. Quem nunca viu aqueles famosos posts no Instagram de espaços de ativações de marca? Os famosos espaços “instagramáveis”.

Revista Feitos De Música > Liste, por favor, quais as principais características que um profissional que deseja ingressar hoje na área de eventos, ou está em transição de carreira deve ter para atender a exigente demanda deste mercado?

Rafael CuiaA pessoa que deseja se inserir no mercado de eventos, tem que ter primeiramente amor pelo que faz, pois o sacrifício é grande. Poucas horas de sono, troca do dia pela noite, ausência de folga na maioria dos finais de semana, Réveillon e Carnavais. Fora isso, a pessoa tem que ter muito comprometimento porque apesar de muita gente achar que é um mercado informal, pelo contrário, é muito profissional.

Acho também que criatividade, boas idéias, veia empreendedora e um bom relacionamento com pessoas e empresas é essencial para este profissional.

Revista Feitos De Música > Ser produtor de eventos é?

Rafael Cuia > Minha vida, minha paixão e meu sustento. Eu amo tanto o que faço, que a impressão que eu tenho é que não estou trabalhando e sim me divertindo, realizando sonhos…

Se eu não fosse produtor de eventos eu seria produtor de eventos… rs

Chegamos ao fim de mais um bate-papo incrível. Mas para você ficar por dentro de todos os eventos que o Rafael Cuia e seus parceiros estão produzindo Brasil afora, basta seguir o IG @rafaelcuia .

E ai, gostaram de saber um pouco mais dos bastidores da vida de um Produtor de Eventos? E você entusiasta da área, já deu para ficar sabendo um pouco mais sobre os skills necessários para ser um produtor de eventos de sucesso.

Abração e até a próxima,

Cristiano De Jesus

Cristiano De Jesus

Eu, comunicador e sonhador, filho da Dona Rosa e do Sr. João que, enquanto admira às belezas da vida, ouve boas histórias e muitas músicas para criar sua própria trilha sonora.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: