Nego do Borel brinda nova fase com gravação do seu primeiro DVD

Nego do Borel brinda nova fase com gravação do seu primeiro DVD
Nego do Borel, Fotógrafo: Márcio Farias Reprodução: Anderson Farias Assessoria

Na véspera de gravar seu primeiro DVD no Vivo Rio, o hitmaker Nego do Borel, falou brevemente comigo, e contou um pouco do que podemos esperar amanhã.

Será uma noite muito importante, onde o astro da nova geração do Funk, irá celebrar uma nova fase de sua vida ao lado da família, parceiros musicais e todos os seus amigos – inclusive, os mais antigos desde a comunidade do Borel. A entrevista, você acompanha abaixo.

Revista Feitos De Música > Acredito que este DVD acontece em um momento muito especial da sua vida. Você hoje está numa fase mais madura no seu lado pessoal e, sobretudo, profissional. O que podemos esperar deste DVD?

Nego do Borel > Este será um momento muito especial para mim. O DVD vai fazer uma retrospectiva pelos maiores sucessos da minha carreira, intercalando com outras músicas ainda inéditas. Vai ter muita dança, um cenário incrível, está muito incrível mesmo, figurinos lindos e surpreendentes. Vai ter Wesley Safadão, Felipe Araújo, Ferrugem, Tiee, Naiara Azevedo, Matuê, Kevin o Chris e mais. Eu e minha equipe estamos trabalhando muito para levar emoção ao público do início ao fim.

Revista Feitos De Música > Como foi a escolha de cada um destes artistas para participar do seu novo DVD? Imagino que não seja uma tarefa fácil fazer tal escolha.

Nego do Borel > É difícil no sentido de que o cenário musical brasileiro tem muitos artistas incríveis, e eu tenho a sorte de ter muitos deles como amigos. Estou muito feliz por cada uma dessas participações. São pessoas muito especiais para mim e tenho certeza que o público também vai gostar muito

Nego do Borel, Fotógrafo: Márcio Farias Reprodução: Anderson Farias Assessoria

Revista Feitos De Música > Este ano o Funk Brasil completa 30 anos. Qual a sensação de fazer parte deste movimento que deu voz e continua a quebrar muitos preconceitos?

Nego do Borel > É maravilhoso D+! O Funk está na minha vida desde sempre. Eu sempre gostei muito de música! Desde a época que frequentava a creche eu já me lembro de gostar muito de ficar cantando. E mais tarde, quando estudei no Ciep Dr. Antônio, em frente ao Borel, eu era aquele que sempre cantava dentro da sala de aula, se tivesse instrumentos eu também gostava de arriscar tocar. E nessa mesma época eu já curtia muito o Funk, então eu saia escondido de casa para ir para o baile Funk, e quando chegava lá ficava pedindo para cantar.

Revista Feitos De Música > Qual o segredo para emplacar tantos sucessos em trilhas sonoras de novelas?

Nego do Borel > Acho que não existe um segredo. Coloco muito amor e muita dedicação em tudo o que faço, e isso acaba sendo refletido no meu trabalho também. É como numa espécie de exrcício. Devemos sempre emitir aquilo que gostaríamos de receber.

Revista Feitos De Música > O que passa na sua mente, quando você olha para trás e vê a evolução da sua carreira, desde “MC Nego do Borel ao astro que é hoje Nego do Borel”? O que mudou e o que ainda permanece em você?

Nego do Borel > Passa um filme, com certeza! Eu de fato não sou o mesmo Nego de antes, muita coisa mudou, se transformou e eu sou absolutamente grato por tudo. Com o tempo, a gente sempre aprende um pouco mais, melhora em algo, deixa outras coisas que não nos somam tanto de lado. Acho que é essa leitura que conseguimos fazer do passado que faz a diferença. Hoje sou, não só uma artista, mas uma pessoa muito mais madura do que antes.

Revista Feitos De Música > O que o Funk te ensinou, trouxe para sua vida?

Nego do Borel > Me ensinou que vale a pena lutar pelo nossos sonhos, e ser feliz da maneira que julgarmos melhor para nós. Que não é o preconceito das pessoas que nos define e sim as nossas raízes, os nossos valores. Devo muito do que sou ao Funk. A voz das periferias, das comunidades que gritam para o mundo o seu valor.

-/-                                                                                                                                                                                    E após este bate papo incrível, o que me resta é desejar para o Nego do Borel e toda a sua equipe, ainda muito mais sucesso e prosperidade não só amanhã na gravação do DVD no Vivo Rio, mas também por toda sua vida.

Até a próxima,

Cristiano De Jesus

Cristiano De Jesus

Eu, comunicador e sonhador, filho da Dona Rosa e do Sr. João que, enquanto admira às belezas da vida, ouve boas histórias e muitas músicas para criar sua própria trilha sonora.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: